• ASSISTA AO VIVO

  • REGULAMENTO

  • TABELA E RESULTADOS

  • INFORMATIVOS E NOTAS OFICIAIS

  • Bernardinho visita Taça Paraná e destaca a importância da competição no cenário do voleibol mundial

    De São José dos Pinhais (PR), Josi Schmidt

    O primeiro dia de disputas da 17ª Taça Paraná de Voleibol teve a visita ilustre do treinador Bernardo Rocha de Rezende, o Bernardinho, um dos maiores campeões da história do voleibol. Em 22 anos de carreira dirigindo as seleções brasileiras feminina e masculina, o técnico soma mais de 30 títulos importantes, entre Olimpíadas, Campeonatos Mundiais, Copas do Mundo e Ligas Mundiais.

    Os atletas e admiradores do trabalho de Bernardinho tiveram a oportunidade de ver de perto um dos maiores ícones do esporte mundial que posou para fotos e deu autógrafos na tarde deste sábado (28), no centro de esportes e lazer Max Rosenmann, em São José dos Pinhais.

    Considerado o padrinho da Taça Paraná, o treinador falou sobre sua satisfação em ter contribuído desde a primeira edição da competição e poder comprovar hoje a consolidação e dimensão que a competição alcançou, considerada a maior da América Latina, nas categorias de base.

     “É uma emoção muito grande estar aqui hoje. Há 17 anos eu tive a honra de ajudar financeiramente os professores que iniciaram esse projeto incrível. Na ausência de projetos, iniciativas que surgiram como esta, através de profissionais do esporte, alcançando o nível que está hoje, só posso agradecê-los e cumprimenta-los. É uma iniciativa única, não existe nada parecido no Brasil e tenho dúvidas se no mundo há algum evento com essa magnitude. Por onde passo eu vejo o entusiasmo das pessoas comentando sobre a Taça e isso é incrível.”

    Bernardinho comentou também sobre a importância de iniciativas como esta para projetos que estão começando em todos os cantos do Brasil. “Acabei de ver uma equipe do nosso núcleo da escolinha de Vôlei Bernardinho, da Tijuca, e isso demonstra a importância desta competição que oportuniza novos projetos a competir e vivenciar essa experiência maravilhosa, bem como outros tantos de todo o país. É uma referência que eu espero que nossas autoridades do esporte e do voleibol principalmente vejam esse sucesso e que possam, contratar efetivamente esses profissionais que realizam o evento a fim de replicar nas diversas regiões do Brasil. Na minha opinião isso seria um passo incrível para o voleibol brasileiro no que diz respeito a difusão e propagação do entusiasmo da prática do nosso esporte”, finalizou.

    O coordenador geral da Taça Paraná, Josmar Coelho, relembrou a generosidade que Bernardinho teve no início da trajetória da competição. “Quando começamos há 17 anos não tínhamos condições financeiras de ampliar o evento e o Bernardo não mediu esforços para nos ajudar. Ele foi a primeira pessoa que nos apoiou a construir tudo que temos hoje. Então, tudo que ele pode fazer, onde quer que esteja, ele faz pela Taça. Estamos muito felizes e gratos em receber um ícone mundial aqui e sua presença só reforça a admiração por ele desses atletas que estão participando”, destacou Josmar que também é coordenador pedagógico dos núcleos do Paraná do Instituto Compartilhar.

    A visita veio a calhar com a agenda do treinador que previa um compromisso do Instituto Compartilhar, em Ponta Grossa. O instituto nasceu com o projeto Centro Rexona de Excelência do Voleibol, que unia uma equipe profissional de voleibol feminina e um projeto social, ambos idealizados e dirigidos pelo técnico multicampeão, Bernardinho. Na época, o Núcleo Central do projeto era realizado no famoso ginásio Tarumã em Curitiba, mesmo local de treino do Rexona (hoje Rexona-Sesc do RJ, comandado por Bernardo). Foi a partir dessa experiência bem sucedida que surgiu o Instituto Compartilhar.

    De 1997 para cá, muita coisa mudou, até mesmo o nome do projeto, mas o seu propósito sempre continuou o mesmo: mudar vidas para melhor. No Brasil são 42 núcleos, 16 deles localizados no Paraná. Em Curitiba está o núcleo central que leva o nome de Vôlei em Rede. O projeto no Estado conta com a participação de 1.800 crianças, de um total de 3.700 em todo o país. Este ano o núcleo de Curitiba completa 20 anos e atende 600 crianças de 9 a 15 anos.

    A Taça Paraná é uma realização da Federação Paranaense de Voleibol (FPV), em parceria com a Prefeitura Municipal de São José dos Pinhais e apoio do Sesc-Fecomércio, CREF9/PR, Bristol Hotéis e da marca esportiva 361º. Para mais informações acesse: www.tacaparanadevolei.com.br.

    Assessoria de imprensa Taça Paraná
    Josi Schmidt
    josi@voleiparana.com.br