• ASSISTA AO VIVO

  • REGULAMENTO

  • TABELA E RESULTADOS

  • INFORMATIVOS E NOTAS OFICIAIS

  • Família carioca não poupa esforços para acompanhar filhos na Taça Paraná

    De São José dos Pinhais (PR), Guilherme Moreira

    O "paitrocínio" ou "mãetrocínio" é comum em eventos esportivos que envolvem crianças pelo Brasil. Na 17ª Taça Paraná de Voleibol, em qualquer um dos ginásios, não é diferente para achar alguma família assim. No caso de Flávia Quirmino, contadora, 44 anos, e Cláudio Pena, bancário, 50 anos, o gasto é ainda maior.

    O casal é responsável pela Larissa e pelo Diogo, ambos atletas do Fluminense (RJ). Enquanto ela joga no Sub-14, ele atua no Sub-18. Os dois estão em São José dos Pinhais e participam da competição em suas respectivas categorias. E como fica o financiamento com inscrição, hospedagem e alimentação?

    "O Fluminense fornece uma rifa, em que o valor bate com o custo para a gente vir. Aí vai de cada um vender o seu. No nosso caso, temos dois filhos e essa rifa ajuda bastante. Eles venderam 50% de cada uma e barateou bem", explicou Flávia.

    Apesar de estarem juntos no Paraná, o casal dificilmente consegue conciliar a agenda para acompanhar seus filhos juntos. Isso porque, além do vôlei, a dupla ainda pratica outras atividades físicas e o calendário nem sempre bate, como ocorre nessa edição da Taça Paraná.

    "A gente se reveza, porque têm outras competições concorrentes a essa e eles também têm atividades em outros esportes. É uma quantidade grande de recursos, mas consideramos que vale a pena acompanhar as crianças", afirmou Pena.

    Acostumados com as viagens, eles não só torcem da arquibancada como também vêm preparados com materiais e equipamentos. Bandeiras, faixas e camisas. O que mais chama atenção, entretanto, é as duas câmeras estrategicamente colocadas no ginásio poliesportivo Max Rosenmann: uma para filmar (com tripé) e outra para tirar foto.

    "É uma atividade entre amigos, temos um grupo que compartilhamos essas fotos e vídeos para analisarem e verem o desenvolvimento a cada jogo ou competição. Assim ninguém perde nada. É uma ótima integração", finalizou o pai.

    Parceria 361°
    O público que estiver presente na Taça Paraná terá descontos exclusivos na 361°. Uma loja física será montada no Centro de Convivência, no ginásio (Afonso Pena). Neste espaço serão comercializados todos os produtos da marca, com preços e condições especiais para os amantes do voleibol.

    Locais de competição
    Ginásio poliesportivo Max Rosenmann – Avenida Rui Barbosa, 4997 – Afonso Pensa – São José dos Pinhais
    Complexo esportivo Ney Braga – Rua Izabel A. Redentora, 2355, Centro – São José dos Pinhais
    APCEF – Rua Capitão Leônidas Marques, 3020, Uberaba – Curitiba
    Centro de esportes e lazer São Marcos - Rua Olívio Tozzo, 84 – Jardim Nossa Senhora de Fátima – São José dos Pinhais
    Centro esportivo Cobra – Rua Professora Marieta de Souza e Silva, 2580 – Afonso Pena – São José dos Pinhais
    SESC –  Avenida Rocha Pombo, 2864 – Águas Belas – São José dos Pinhais
    Núcleo de Esporte e Lazer Colônia Rio Grande - Av. Rui Barbosa, 11901 - Zaniolo - Colônia Rio Grande

    A Taça Paraná é uma realização da Federação Paranaense de Voleibol (FPV), em parceria com a Prefeitura Municipal de São José dos Pinhais e apoio do Sesc-Fecomércio, CREF9/PR, Bristol Hotéis e da marca esportiva 361º. Para mais informações acesse: www.tacaparanadevolei.com.br.

    Assessoria de imprensa Taça Paraná

    Guilherme Moreira

    gui.jornalismo@gmail.com