• ASSISTA AO VIVO

  • REGULAMENTO

  • TABELA E RESULTADOS

  • INFORMATIVOS E NOTAS OFICIAIS

  • Filho da medalhista olímpica Ricarda Lima e do técnico Sergio Negrão segue os passos da família no Brasília Vôlei (DF)

    Existem paixões que ultrapassam gerações, que estão no DNA que é passado de pais para filhos e no mundo de esporte não é diferente. Danilo Lima Negrão é levantador do Brasília Vôlei (DF) e filho de duas estrelas da modalidade: Sérgio Negrão, técnico que já comandou diversas equipes pelo Brasil e tricampeão da Superliga, e Ricarda Lima, nada menos que a líbero da Seleção Brasileira na campanha do bronze nos Jogos Olímpicos, em Sydney.

    Danilo começou a treinar para valer há quase um ano e, apesar de pouco tempo atuando no time de Brasília, já demonstra bastante qualidade em suas levantadas para os companheiros de equipe. “Meu pai sempre quis me trazer para o mundo do vôlei desde cedo, minha mãe já foi sempre firme com a escola em si, onde estudar era prioridade. Foi só recentemente que eu comecei a treinar mesmo e, na primeira vez que eu acompanhei meu pai em um jogo da Superliga e daí nos treinos dele foi aí que eu tomei gosto, parece que acendeu alguma coisa aqui dentro de mim que deu vontade de jogar para valer”, comenta o atleta.

    Não é somente dentro de quadra que o vôlei tem papel fundamental na vida de Danilo, mas a relação com os pais, que já era boa, ficou ainda mais próxima. Ele conta que chega a falar com seu pai, que hoje mora em São Paulo, por mais de 20 minutos só sobre o esporte e recebe dicas da mãe, que divide muito de sua experiência obtida na belíssima carreira.

    O atleta também elogia o seu time, que tem no comando técnico o professor Edson Pires. “O nosso time, como um todo, tem um potencial muito grande, de verdade. Nós conseguimos umas vitórias muito importantes, mas também deixamos escapar outras por pequenas falhas em momentos decisivos contra times grandes. Mas seguimos fortes”, finaliza Danilo.

    O time do Brasília Vôlei (DF) passou para terceira fase da competição, a chave ouro “O-M”, que também contará com o Fluminense (RJ) e o Positivo Master/AVV (PR). Nesta quarta-feira (31.10), a equipe joga as duas partidas no Complexo Esportivo Ney Braga, em São José dos Pinhais; a primeira partida será às 9h contra o Fluminense (RJ) e, no período da tarde, às 13h30, o adversário é o Positivo Master/AVV (PR).

    Confira todos os resultados e tabela de jogos pelo Match Center:  http://solumaxsolutions.com.br/tacaparana/matchcenter/

    A Taça Paraná é uma realização da Federação Paranaense de Voleibol (FPV), em parceria com a Prefeitura Municipal de São José dos Pinhais, apoio do Sesc-Fecomércio e CREF9/PR e patrocínio da Promotional Travel, Mundovolei e XSPORT- Intercâmbio Esportivo. Para mais informações acesse: www.tacaparanadevolei.com.br . Acompanhe também pelo perfil oficial do evento no Instagram @tacaparana e na fanpage Taça Paraná de Voleibol.

     

    Assessoria Taça Paraná
    Thiago Chas
    imprensa@tacaparanadevolei.com.br